Equipe para um projeto especial


manhattan-projectSetenta anos atrás uma equipe de cientistas e militares foi reunida nos Estados Unidos da América do Norte para desenvolver o que ficou conhecido como a Bomba Atômica. Certos de que era possível fazer um artefato nuclear e que a Alemanha estava desenvolvendo uma solução parecida a equipe trabalhava velozmente.

Brigadier General Thomas F. Farrell descreveu com detalhes o que viu no deserto do Novo México no dia 16 de Julho de 1945, mas o resumo foi “This is it!” algo como”É isso aí”. Ele falou ainda

All seemed to feel that they had been present at the birth of a new age — The Age of Atomic Energy — and felt their profound responsibility to help in guiding into right channels the tremendous forces which had been unlocked for the first time in history.

Ou seja eles tinham a certeza da grandiosidade do feito, uma nova Era, a da Energia Atômica se iniciava. De lá para cá muitas nações desenvolveram o mesmo conhecimento. Após um certo tempo as nações que conseguiram entrar para esse círculo fechado pretenderam barrar a entrada de novos membros, através de diversos controles e protocolos alem das pressões diplomáticas, comerciais e militares.

Há um consenso que 40 nações estão aptas a desenvolver armas nucleares. O Brasil seguramente está entre essas nações. No país há vários núcleos de excelência no assunto que, se reunidos, conseguiriam ter resultados positivos num curto período de tempo. A equipe sempre é multidisciplinar e embora os objetivos sejam militares, os civis, cientistas ou líderes com capacidade de coordenação de grandes equipes, são fundamentais no processo. Os custos envolvidos são da ordem de 30 bilhões, ou seja uma Copa do Mundo e a decisão é política.

Haverá sempre mais de uma alternativa e uma discussão de que tipo de armamento seria o mais indicado para este século e a forma de fazê-lo, é fundamental. Adotando-se a alternativa israelense equipes da Polícia Federal e do Serviço Secreto, especializada em ações de espionagem e contra- espionagem são imprescindíveis.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: