Ainda sobre Bresson e sua religiosidade


quebrantamentoNo filme “ um condenado a morte escapou” há um subtítulo interessante, “o vento sopra para onde quer”. Num diálogo com seu vizinho de cela, a princípio arredio, é feita menção ao Evangelho de S. João e da explicação que Jesus dá a Nicodemos que do Espírito (o vento a Graça) só se sabe que não se sabe de onde vem, nem para onde vai.

Quando lembramos que Bresson foi prisioneiro dos alemães durante 18 meses e teve como companheiro de cela o frade dominicano R.L.Bruckheimer podemos entender melhor esta passagem.

Condenados a morte todos nós estamos a partir do nascimento. Na história o prisioneiro francês, um tenente, é levado a um presídio de segurança máxima de onde ninguém havia escapado. Enquanto aguarda seu julgamento preso, age de forma dedicada, incessante, persistente para planejar sua fuga. Quando finalmente  é condenado por um tribunal por suas ações de resistência à ocupação alemã em Lyon, França seu plano já estava pronto.

Picasso uma vez respondeu a um jornalista se acreditava em inspiração. Ele foi mais uma vez genial

-Acredito sim, mas todas as vezes que ela apareceu me encontrou trabalhando

Então qual o sentido de uns conseguirem e outros não? Seria tentar de forma obstinada? Mesmo contra as probabilidades, ter fé? O “faça por ti que eu te ajudarei” é outro ensinamento cristão. Alias um dos títulos possíveis para esse filme seria “Ajuda-te a ti mesmo”. Bresson acreditava e nos mostra isso, que muitas coisas conspiram a favor de alguns. Desde o insucesso de quem o antecedeu, até o inesperado que surge na presença de outro condenado em sua cela, do qual nada sabia, mas que seria impossível não envolver na fuga. No processo este mesmo desconhecido se mostrou fundamental. Ele reconhece que sem ele teria ficado preso no ultimo obstáculo. Ou seja todo o esforço planejamento, fé, dedicação seriam insuficientes se não fosse abençoado.

O prisioneiro fez, mas outros também fizeram e não obtiveram a Graça. O vento não soprou a favor deles

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: