O que se pede aos políticos?


Embora nos jornais e nos fóruns de debate as solicitações sejam sempre muito éticas e genéricas, no dia a dia o que vemos é outra coisa. Quando as pessoas tem a oportunidade de conhecer um parlamentar, o que de fato pedem? Alguma posição em relação a um projeto, uma postura olímpica em relação a transparência ? Relato a experiência de mais de 10 anos tratando do assunto.

A maioria dos pedidos é de emprego, para si próprio, para filha ou filhos, para um amigo. Em segundo lugar vem a interferência em algum processo burocrático. Pode ser uma aposentadoria, uma transferencia de cargo, uma promoção. Em terceiro lugar pedidos específicos tipo óculos, cadeira de rodas, muletas, próteses mecânicas. Em quarto lugar pedidos relativos a saúde, uma internação, uma operação de catarata e até cirurgias bariátricas. Em quinto lugar vem as solicitações para apoio à atividades desenvolvidas pelo mesmo, no estilo ONG. Normalmente apoio a um trabalho com jovens carentes, com idosos, com drogados, com animais.

Em sexto apoio para um de carro de som, caminhões, palcos e similares Em sétimo aparecem os pedidos para eventos do tipo aniversário da filha, bodas de casamento, festas comemorativas de fim de ano. Em oitavo pedidos mirabolantes como viagem ao exterior, veículos, máquinas de filmar e fotográficas sofisticadas. Em nono pedido de apoio a lançamento de candidaturas e suporte financeiro à campanhas de vereador, deputado estadual ou federal. Normalmente estes pedidos vem escalonados. Ou seja, vereadores pedem a deputados estaduais e federais. Estaduais pedem a senadores e a deputados federais. Deputados federais pedem a senadores e governadores. Em décimo os pedidos de apoio jurídico. Mostra dos vários problemas brasileiros, o cidadão se sente de tal forma enredado nas teias kafkianas que tem que recorrer a ajuda de alguem que ele julga ter poderes para defende-lo.

Este é um resumo das solicitações do dia a dia. Claro que há casos engraçadíssimos que denotam a total dissociação da realidade, entre o que pode um parlamentar e o que se imagina dele. Grande parte desta distorção é alimentada pela mídia que continua a bater na tecla de ganhos exorbitantes, impunidade absoluta e eterna boa vida.

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: