Sobre o MotoQ 11 distribuído pela Vivo


Prezados

Tenho lido muitos comentários sobre o Moto Q e resolvi postar a minha opinião baseada na recente experiência com o Moto Q 11. Peguei o meu na loja da VIVO da AV. Rio Branco , no centro do Rio. Com isso quero dizer que é um lojão , com dezenas de pessoas no atendimento.

Logo após saí com o “meu” Moto Q11 e  como sempre entusiamado com a novidade. Antes de chegar em casa já tinha retirado a bateria e colocado a extensão de memória de 1 giga com o programa de GPS e o MotoID.

Instalei o Motonav, seguindo as instruções e qual não foi a minha surpresa ao verificar que ele me localizava em São Paulo. Ora, eu estava a mais de 400 Kilômetros de distância. Por que o êrro? Não entendi e passei quatro dias até entender.

A primeira providência foi conectar o wi-fi. E aí, outro perrengue. No trabalho conectei de primeira, naveguei peguei meus emails e tudo o mais. Em casa, nada. Colocava a chave wep que lembrei num relance mas ainda assim não aconteceu nada. Bem, com problemas na conexão wi-fi e com o Motonav sem me achar no Rio comecei a ligar para os SACs , lojas da Vivo, Motorola e verificar os post na Internet. Como resolvi os dois problemas vou colocar as soluções para que todos possam ter onde se inspirar.

Primeira recomendação . Não dê ouvidos aos serviços da Vivo nem da Motorola. Os caras da Vivo não sabiam o que fazer e os da Motorola tiveram a cara de pau de, depois de me mandar reinstalar o Motonav duas vezes, me recomendarem levar a uma autorizada Motorola.

Respostas aos poucos. O sistema GPS só funciona se você estiver instalando o memo em local aberto, ou seja onde o telefone possa se conectar com o satélite. Entendeu?. Não adianta você tentar configurá-lo num ambiente fechado inicialmente. Ele vai guardar a ultima conexão que conseguiu fazer satisfatóriamente. No meu caso foi numa rua central de São Paulo, mas pode ser em qualquer lugar.

Segundo, o caso do wi-fi. O sistema é muito bom, qual era o problema então? Era do roteador de casa. O firmware(sistema operacional que está embutido no seu roteador) era de 2005. Aí fui descobrir que o meu dlink 524 tinha várias versões e que eu deveria saber a letrinha associada ao tipo. Depois de descobrir isso foi mole, atualizei o firmware e ele conectou em casa. Assim  no escritório e até na orla de Copacabana, estou podendo ver meus emails, ver meus sites na Internet, mandar mensagens para meus blogs e seguir vivendo!

Quanto a bateria, bem isso é outro post. Grande abraço!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: